Páginas

sábado, 20 de abril de 2013

A Guerra dos Tronos, por George R. R. Martin



A Guerra dos Tronos foi um livro planejado para aparecer em uma resenha em vídeo, mas quando terminei a leitura, percebi que seria muito difícil conseguir descrever essa história, e acabaria sem ter o que dizer durante a gravação. Isso tudo porque se trata de uma narrativa completamente diferente das quais eu estava acostumada, e que me deixou sem palavras, literalmente.

A história se inicia quando o Rei dos Sete Reinos, Robert Baratheon, decide escolher Eddard Stark, Senhor de Winterfell e seu amigo de infância, para o cargo de “Mão do Rei”, depois que o antigo ocupante, Jon Arryn, morre. Aceitando a proposta, Eddard terá de deixar seu lugar e sua família para trás e o pior de tudo: conviver com os Lannister, a família da Rainha Cersei. Antes mesmo de fazer a sua decisão, Ned descobre, por intermédio de sua esposa, que a morte de Jon na verdade foi planejada, e decide que tem o dever de encontrar as verdades nessa história. A grande questão é que por trás desse, existem muitos outros nós para serem desatados e intrigas para serem descobertas, e será necessário dar um passo de cada vez nessa trajetória.

Adorei a forma de escrever de Martin. Parece que ele leva o leitor a explorar cada detalhe e tirar suas próprias conclusões do que acontece. Cada capítulo recebe um nome de um personagem, o que significa que essas páginas foram destinadas a descrever a história no olhar daquele personagem, o que faz com que cada capítulo termine como se fosse o final do livro, com um gostinho de “quero mais” que faz você continuar passando as páginas sem perceber. Tive a sensação de não estar lendo uma história, e sim, muitas ao mesmo tempo. E se formos parar para pensar, é assim que tudo acontece: a vida dos outros segue além daquilo que seus olhos podem ver. Houve capítulos em que amei um personagem e acabei o odiando nos parágrafos seguintes, me senti como se estivesse fazendo parte desse mundo fictício, ficando com vontade de levar a alguém as notícias e verdades que fui descobrindo no livro.

Criei certo vínculo com alguns personagens, me tornei Team Stark, descobri que Guerra dos Tronos não é uma história de mocinhos e heróis, é uma história de humanos, de homens e mulheres que erram e acertam como todos nós. Acredito que seja um livro que permite que todos tenham uma sensação de leitura diferente, como se disponibilizasse liberdade para que cada um se encaixasse na história seguindo suas próprias maneiras. Um fato importante: Esse é um livro que ou você ama, ou você odeia. Não há meio-termo. Cabeças rolam, relações se desfazem e se reconstroem, será necessário lidar com personalidades completamente diferentes, com a morte, disputas por poder, perdas, tristezas, infinitas surpresas e tudo o que mais for possível imaginar. Diz-se que é sempre necessário permitir-se algo diferente, e o primeiro volume da série “As Crônicas de Gelo e Fogo” é indispensável para quem vem procurando por isso.

Até a próxima!

Editora: LeYa         Páginas: 592          ISBN: 9788562936524



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...